Dia da Mulher: Saraiva dá 50% de desconto em livros e papelaria

Leia Também: Promoção da Saraiva no Dia da Mulher em 2017 causou indignação em leitoras
Economize Mais: Cinco cupons de desconto para comprar na Saraiva

Mais um Dia Internacional da Mulher chegou e a Saraiva preparou um presente para homenagear todas as suas clientes.

Na Semana das Mulheres na Saraiva, todas as clientes compram livros de interesse geral e itens de papelaria da Saraiva.com.br pela metade do preço, 12x sem juros no Cartão Saraiva ou 10x sem juros nos demais cartões de crédito e frete grátis a partir de R$ 99 para todo o Brasil (conforme a região). Somente participam da promoção as clientes cadastradas até às 23h50min do dia 07 de março de 2018 e o código promocional Saraiva de 50% de desconto será enviado por e-mail no decorrer do dia 08 de março de 2018.

A promoção vale também para as lojas físicas da Livraria Saraiva, incluindo as filiais Saraiva Mega Store. Entretanto, recomendamos fortemente que você compre on-line na Saraiva.com.br pois o estoque da loja virtual é muito maior, o parcelamento é melhor e, é claro, você evita aquelas filas e muvuca típicas de grandes liquidações.

Para todas as mulheres que preferirem comprar on-line, o hotsite Semana das Mulheres Saraiva organiza todas as promoções que começaram no dia 01 de março e vão até às 23h59min do dia 08 de março de 2018 (quinta-feira); a metade do preço em livros de interesse geral será apenas no próprio Dia da Mulher, para todas as mulheres que estiverem cadastradas no site até o dia anterior à data. Ah, nada impede dos namorados, filhos, esposos e agregados terem de pedir a você, mulher, esse grande favor se quiserem comprar mais barato.

Para facilitar o entendimento da promoção, a loja virtual da Saraiva tem uma página com as regras da promoção, indicando quais categorias de livros e de artigos de papelaria são contemplados com o desconto. São mais de 200 mil itens, incluindo livros das áreas de Administração, Agropecuária, Artes, Autoajuda, Ciência Humanas e Sociais, Economia, Esoterismo, Espiritualismo, Esportes e Lazer, Gastronomia, Geografia e História, Linguística, Literatura Estrangeira, Literatura Infanto-Juvenil, Literatura Nacional, Psicologia, Religião, Turismo, além de livros importados e livros digitais das categorias citadas, além de cadernos, canetas, mochilas, canecas, porta-retratos, álbuns de fotos, pelúcias tote-bags na seção de papelaria.

Por outro lado, a loja não incluiu livros de Ciências Biológicas, Exatas, Contabilidade, Cursos e Idiomas, Dicionários e Manuais de Conversação, Didáticos, Direito, Engenharia e Tecnologia, Informática, Medicina, Kits e Boxes, além dos produtos em pré-venda. Itens como calculadoras e papel sulfite também não participam da promoção na parte de papelaria.

Outro lado: promoção divide opiniões e já gerou polêmica nas redes sociais

A Saraiva decidiu que não são todos os livros que entram na promoção, pois livros acadêmicos, técnicos, científicos, históricos ou de idiomas não serão remarcados, frustrando muitas pessoas que esperavam comprar livros na loja para o ano inteiro ou zerar a lista de desejos. Na primeira edição, em 2017, a promoção gerou polêmicas nas redes sociais, incluindo quem acreditasse que a “homenagem” feita pela Saraiva nada mais é que uma tentativa de desencalhar milhares de títulos com “apelo feminino”.

Na véspera da ação promocional, a polêmica já tomava as redes sociais e os comentários deste artigo de forma muito mais engajada que os eventuais benefícios da ação, como você pode conferir em detalhes nas razões para polêmica na ação promocional de Dia das Mulheres da Saraiva em 2017.

Amazon e Saraiva brigam pela hegemonia na venda de livros on-line

Enquanto a Fnac anunciou sua saída do país e a Livraria Cultura vive dificuldades financeiras, Saraiva e Amazon travam uma guerra para ver quem consegue vender livros mais barato e conquistar o maior número de leitores que têm o hábito de comprar livros on-line. Editoras e distribuidores são pressionados a baixar o preço, assinar acordos de exclusividade com uma ou outra loja ou até banidos das estantes virtuais e físicas se o concorrente colocar um preço muito baixo. Quem deve ganhar com isso é o leitor assíduo de livros, acadêmicos e profissionais especializados, com maior variedade de títulos e preços cada vez mais distantes do valor muitas vezes surreal sugerido pelas editoras.

A disputa pelo consumidor chegou até os sites de cupons de desconto, onde ambas as lojas oferecem códigos variados que reduzem o preço final da sua compra. Sempre é possível comprar com cupom de desconto Saraiva ou cupom de desconto Amazon, após comparar o preço das duas livrarias. Particularmente, constatamos que a loja virtual da Amazon no Brasil tem descontos agressivos todos os dias e é uma boa opção para comprar mais barato os livros que não participam da promoção da Saraiva ou a maioria dos livros mais procurados e vendidos.

  • 127.2K
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
    127.2K
    Shares

Autor Thiago Rodrigo Alves Carneiro

Thiago Rodrigo Alves Carneiro, 38, é graduado em Matemática e em Estatística pela USP e sócio-proprietário de A vida é feita de Desconto. Com espírito empreendedor, usa sua inspiração para investir e criar negócios sustentáveis usando a tecnologia, a internet e uma pitada de inovação como forma de ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos.

Mais posts por Thiago Rodrigo Alves Carneiro

Join the discussion 3 Comentários

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.