Quando você tem tráfego em seu website, você precisa monetizá-lo. Afinal, quase todo site representa um negócio que precisa dar lucro. Monetizar significa testar as mais variadas formas de publicidade em seu site para decidir qual é a mais rentável, isto é, a que oferece o melhor valor por usuário único.

Neste artigo vamos uma forma menos conhecida de geração de receita para a grande maioria dos webmasters: marketing de afiliados para lojas e aplicativos online. Para muitos nichos, em especial aqueles que falam de produtos de alto ou médio valor agregado, possivelmente seja rentável que usar banners e anúncios intersticiais.

Uma das melhores e mais rentáveis formas de monetizar um website é através de marketing de performance por afiliados, isto é, a promoção de marcas, produtos, serviços e lojas oferecidos por redes de afiliação ou em contratos diretos com anunciantes.

Como funciona o marketing de afiliados?

Há duas modalidades de promoção no mercado de afiliação: a promoção de info-produtos e a divulgação de cupons, descontos, ofertas, promoções, e-mails e anúncios de lojas virtuais, serviços online e aplicativos.

Seja qual for a modalidade que faz mais sentido para o seu site, uma relação entre afiliado (publisher) e anunciante (produtor) consiste em pagar uma comissão fixa ou percentual a uma determinada ação realizada pelo visitante no site do anunciante. Geralmente, há receita auferida por compra (percentual ou valor fixo) ou cadastro (valor fixo).

O mecanismo de conversão funciona da seguinte forma: o usuário visita o site do afiliado, seja pela leitura de um conteúdo ou a procura de uma promoção, clica em um link ou banner e vai ao site do anunciante, virando um cliente ao realizar uma compra ou um cadastro. O link especial é fornecido pela rede de afiliados e permite ao anunciante e a rede verificar a origem da indicação.

Algumas indicações são válidas somente durante a sessão de navegador aberta e outros cliques conservam a indicação em até 30 dias. Caso o usuário visite outros sites e clique em outros links, geralmente vale a última interação (modelo de último clique ou last click). Este mesmo modelo pode ser aplicado a peças de e-mail marketing, envio de mensagens de SMS ou WhatsApp, grupos de discussões e páginas do Facebook, perfis no Twitter ou Instagram, etc.

A especialidade de A vida é feita de Desconto são as oportunidades de cupons de desconto e promoções nas lojas online do Brasil e do Exterior. Raramente trabalhamos com info-produtos, embora seja outro mercado igualmente rentável e repleto de oportunidades.

Os webmasters brasileiros não estão muito habituados a uma relação entre anunciante e afiliado, preferindo modelos de remuneração mais imediatos por clique (CPC), receita por mil impressões de página (CPM) ou até receita por cadastros (CPL), o modelo de receita por aquisição (CPA) tem uma melhor receita média por visitante único quando bem adequado ao conteúdo e público de interesse. Trata-se de receita por performance, na melhor interpretação do conceito de ganha-ganha que torna o mercado mais justo e sustentável.

Lista de redes de afiliados no Brasil e no exterior

Agora que você já sabe um pouquinho sobre o marketing de afiliação, vamos contar a nossa experiência de mais de seis anos trabalhando com as principais redes de afiliados para comércio eletrônico no Brasil. São histórias sinceras e transparentes para você ter um panorama melhor de como foi e de como estão as redes de afiliados para lojas virtuais no Brasil.

As redes de afiliados com campanhas de custo por aquisição (CPA) e de custo por lead ou cadastro (CPL) com as quais já trabalhamos no Brasil e que incluem campanhas de vários anunciantes são:

  1. Awin;
  2. CityAds;
  3. Lomadee;
  4. Afilio;
  5. Admitad;
  6. Indexa;
  7. Clickwise;
  8. ActionPay;
  9. Optimise;
  10. Weach;
  11. iGoal;
  12. Rakuten Marketing; e
  13. DGMax Interactive.

Há redes de afiliados no Brasil que são criadas e administradas pelos próprios anunciantes, com trackings geralmente mais confiáveis e pagamento direto aos afiliados. As principais são:

  1. Afiliados.com.br;
  2. Amazon Associados;
  3. Parceiros Promo;
  4. Clube Hurb; e
  5. UOL Afiliados.

Além das redes brasileiras ou multinacionais com escritórios no Brasil, há outras redes sem escritório em terras tupiniquins mas com programas que permitem afiliados brasileiros, incluindo lojas que vendem para todo o mundo e entregam no Brasil. Dentre as redes internacionais, destacamos:

  1. Commission Junction (CJ);
  2. Impact Radius;
  3. Partnerize (Performance Horizon);
  4. ShareASale;
  5. Trade Doubler;
  6. Click Dealer;
  7. VigLink; e
  8. Access Trade.

Há, também, pequenos programas de afiliados gerenciados pelos próprios e-commerces ou, em casos de parceria direta, mensuração de resultados por uso de cupons exclusivos ou tagueamento de URLs através de UTMs do Google Analytics que permitem rastrear as vendas enviadas pelos publishers.

Como é ser um afiliado da Awin?

A Awin, novo nome da Zanox após a fusão com a Affiliate Window, é a maior rede de afiliados da Europa. Desembarcou no Brasil em 2011 e, nos anos seguintes, desbancou a supremacia da Lomadee e da Afilio tornando-se a maior rede de afiliados para comércio eletrônico do Brasil e criando um novo padrão de qualidade na relação entre publishers, anunciantes e redes de afiliação aqui no Brasil.

O sucesso da Awin se deve a coragem de introduzir o conceito de transparência na relação entre publishers e anunciantes e na comunicação de problemas do dia a dia, combinado com comissões agressivas (até fevereiro de 2018 os afiliados recebiam 10,19% de bônus de PIS e Cofins sobre as comissões nos anunciantes brasileiros) e atendimento premium aos melhores afiliados. Ao mesmo tempo, tecnologia de ponta, tracking confiável, validação honesta e relatórios detalhados culminam com a união dos melhores recursos presentes no mercado em um só lugar.

A Awin conta com mais de 250 campanhas de lojas e serviços online, incluindo as principais marcas do mercado. Com raras exceções, todas as grandes lojas de varejo, moda, esporte, perfumes e livrarias podem ser monetizadas através da Awin.

Alguns afiliados reclamam do fluxo de aprovação e de pagamentos, um pouco mais demorado que em alguns concorrentes, e a falta de cuidado com pequenos afiliados como os principais aspectos a serem melhorados na Awin. Particularmente, acreditamos que é necessário ter transparência na política de cupons, ofertas e comissões diferenciadas como forma de evitar um desequilíbrio no mercado a médio e longo prazo.

Como é ser um afiliado da CityAds?

A CityAds é a maior rede de afiliados da Rússia e veio para o Brasil um pouco depois da Awin, prometendo uma plataforma com recursos inovadores e descomplicada para operação. Com escritório no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo (SP), disponibiliza campanhas com anunciantes variados de toda a América Latina, principalmente Brasil e México.

Comissões agressivas, muitos anunciantes e atendimento atencioso e diferenciado fizeram a CityAds chegar ao trio de redes mais importantes do país. Tudo isso combinado com taxas de aprovações justas, pagamento rápido e relatórios detalhados conquistaram a confiança de muitos afiliados.

Com mais de uma centena de anunciantes no Brasil, além de outros globais, a CityAds só não cresceu mais pois, entre acertos e erros, compactuou com práticas abusivas de alguns afiliados e minou temporariamente sua credibilidade junto a alguns importantes anunciantes. Passado esse período sombrio, hoje é uma das redes com as melhores práticas do mercado.

Como é ser um afiliado da Afilio?

A Afilio foi uma das primeiras redes de afiliados do Brasil em conjunto com a Lomadee. Com sede no bairro do Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ), sempre se destacou como uma importante fonte de tráfego para anunciantes em campanhas de e-mail para vendas de produtos e serviços e, com a maturação do mercado de afiliados, expandiu o modelo para verticais de cupons de desconto, ofertas, redes sociais e portais de mídia.

O departamento comercial da Afilio talvez seja o melhor e mais experiente do mercado, conseguindo muitas campanhas exclusivas e de alto impacto para os afiliados. Em alguns casos, somente para publishers escolhidos a dedo. Entretanto, esse arsenal de negociação não se traduz em comissões atraentes, em validações de vendas razoáveis ou em uma plataforma rápida e prática para obter material de divulgação.

A plataforma passa por constantes mudanças e modernizações, incluindo um novo gerador de links, feeds de cupons, produtos e ofertas ou retorno de transações em tempo real, além de ter um material de campanha relativamente organizado e completo em relação a concorrência. Os eventos especiais com anunciantes relevantes são uma boa fonte de conhecimento e atualização sobre o mercado de afiliados e uma oportunidade única de avaliar o comportamento do consumidor em nichos específicos.

A Afilio não é a minha primeira opção de rede, seja pelas comissões mais baixas, seja pela validação sempre questionável em muitos anunciantes. O atendimento funciona bem quando você vende bem. Porém, pela variedade de campanhas e materiais, precisa ser uma rede para estar no radar regularmente como um importante complemento de renda e fonte de parcerias exclusivas.

Como é ser um afiliado da Lomadee?

A Lomadee foi onde começamos a obter resultados expressivos no mundo de marketing de afiliados. De um prédio na Avenida Paulista, o Grupo Buscapé ocupava quatro andares e ditava muito do que acontecia no varejo online comandando o melhor comparador de preços e a principal rede de afiliados do país até 2012.

Importante capítulo em nossa história bem-sucedida no marketing digital, conhecemos a Lomadee lá por 2008 através de vendas para Saraiva através do meu site de aulas particulares de matemática e estatística. Depois, no final de 2012, com as vendas de Dafiti e Netshoes em um blog de cupons de desconto que era o embrião do que nos tornaríamos atualmente, como você pode ver na linha do tempo de A vida é feita de Desconto.

Enquanto esteve compartilhando com a Afilio a liderança de mercado, a Lomadee era a melhor opção disponível. Na falta de escolhas, era comum se conformar com atendimento ruim, plataforma confusa e vendas não traqueadas no dia a dia de muitos afiliados. Apesar dos problemas, era a plataforma mais simples e intuitiva de mexer para gerar sua primeira comissão, principalmente para os influenciadores digitais que ocupam a maioria dos cadastros na empresa. Para nós, é importante reconhecer a contribuição que tiveram no início das nossas operações sendo um elo de ligação entre algumas das maiores marcas do varejo nacional.

Com a chegada da Awin e da CityAds no mercado em 2013 e 2014, a Lomadee perdeu espaço entre os afiliados de cupons, ofertas, e-mail e compra de mídia. Também existiu um escândalo envolvendo quatro ex-funcionários com cookie dropping, extensões e plugins de navegador.

De 2016 para cá, a Lomadee teve de reinventar a plataforma, perdendo muitos anunciantes. Atualmente, recuperou parte da credibilidade, trouxe uma plataforma rápida, informações de anunciantes e relatórios fáceis de encontrar, validação mais coerente com o mercado, tracking aperfeiçoado e uma atribuição de comissionamento baseada na meritocracia (sistema de pontos por vendas e programas divulgados) e na transparência inéditas no mercado brasileiro.

Atualmente a plataforma tem reconquistado importantes anunciantes como Renner e Carrefour, marcas exclusivas como a Natue, e, com um atendimento de excelência integrado a anunciantes e publishers, está conseguindo atrair tráfego e uma posição compatível com a sua história no mercado.

Como é ser um afiliado da Indexa?

A Indexa é uma rede localizada no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro (RJ), fundada por ex-funcionários da Afilio. Conta com a plataforma da Has Offers, ou seja, a melhor plataforma pronta do mercado em fluidez de navegação, gerenciamento de campanhas e rastreio de conversões.

O atendimento da Indexa sempre foi muito comunicativo, prestativo e assertivo, inclusive no quesito de informar novas campanhas, trazer cupons exclusivos e pagar rapidamente após a emissão da nota fiscal. Atualmente, eles contam com as campanhas da L’Oreal, a gigante de informática Kabum e outros varejistas de renome como AliExpress, Giuliana Flores, Nova Flor e Cestas Michelli, campanhas educacionais fortes como a QConcursos e vários anunciantes como subrede da Lomadee e ActionPay.

Como é ser um afiliado da Clickwise?

Aqui temos um exemplo de rede global, com milhares de campanhas por todo o mundo e que podem ser acessadas a poucos cliques na plataforma. Aliás, acho que a Clickwise é bem mais representativa em outros países do que no Brasil.

Para os afiliados brasileiros é possível encontrar dezenas de campanhas de pequeno e médio porte, incluindo lojas de moda, calçados, suplementos e alimentação saudável. Há  anunciantes internacionais muito representativos que vendem para os brasileiros, incluindo SheIn, Canva, ShutterStock, DHGate, GearBest, DealExtreme, BangGood, AliExpress, FloryDay, StrawberryNet, iHerb e RentalCars.

O atendimento é um dos melhores do mercado: reuniões para revisão de campanhas, solicitação rápida de cupons exclusivos vendendo pouco ou muito, preocupação com quedas de performance e até almoço patrocinado nos melhores restaurantes. Isso é cuidar bem dos afiliados.

Recentemente a Clickwise trocou a plataforma, o que trouxe melhorias no processo de aplicação de campanhas e geração de deeplinks. Ainda assim, falta uma API de deeplink e relatórios mais intuitivos, por exemplo.

Como é ser um afiliado da Rakuten Marketing?

Nos Estados Unidos, a Rakuten atua no marketing de afiliados através da LinkShare e detém a liderança do mercado. O mercado americano quiçá o maior e mais maduro mercado de afiliados do mundo, se a China já não ultrapassou. Toda esta expertise fez a rede ingressar no Brasil para buscar a liderança através da marca Rakuten Marketing.

A Rakuten sempre teve um nome que transitou bem entre anunciantes por ser uma das maiores plataformas de e-commerce, o que naturalmente poderia atrair clientes para o seu produto de afiliados. Porém, o crescimento acabou ocorrendo de forma mais lenta e gradual.

As parcerias exclusivas com Saraiva, Hering, Marisa, Beleza na Web, Magalu, Netshoes e Zattini, dentre outras, acabaram criando uma necessidade dos afiliados conhecerem a rede para monetizarem lojas importantes no comércio eletrônico brasileiro. Com isso, a rede passou a fazer propostas agressivas de migração de programas de outras redes para a Rakuten, o que a fez chegar em uma posição de destaque no mercado de afiliados brasileiro.

A plataforma que conhecemos não é das melhores, havendo dificuldade de conferir transações validadas ou totais a receber. A gestão de afiliados privilegia alguns bons parceiros em detrimento de todo o ecossistema e não tem dó em atravessar outras redes na tentativa de trazer o afiliado amarrado para rodar os programas.

Os pontos negativos de relacionamento com a rede superam os positivos e, então, decidimos pedir a exclusão de nosso cadastro na rede e deixar o saldo que tínhamos para a melhoria do atendimento da plataforma. Para ser mais claro, a Rakuten atravessou a negociação de cupons exclusivos de programas com a Awin em um de nossos aniversários e houve uma briga gigantesca com o coordenador de afiliados; ao mesmo tempo, participamos do Rakuten Expo 2015 como patrocinadores, nos pediram para divulgar cupons e, na mesma época, recebemos uma notificação extrajudicial para tirar os cupons por uso indevido da marca, em uma atitude totalmente incoerente. Dado o nível de conflito, consideramos que a rede não tem os mesmos valores que a nossa empresa e o negócio não nos faria sentido.

Thiago Rodrigo Alves Carneiro, 41, é graduado em Matemática e em Estatística pelo IME-USP e sócio-proprietário de A vida é feita de Desconto. Com espírito empreendedor, usa sua inspiração para investir e criar negócios sustentáveis usando a tecnologia, a internet e uma pitada de inovação como forma de ajudar as pessoas a realizarem seus sonhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.